Ligue: (11) 3111-2041

Faculdade Paulista de Serviço Social

24/03/2017

Encontro reúne jovens e mulheres para discutir a violência contra a mulher

A manhã desta quinta-feira foi de muita conversa e reflexão no CEU Alto Alegre, na zona leste de São Paulo. Dezenas de mulheres e jovens se reuniram para debater as diversas políticas públicas voltadas para a mulher.

O evento foi organizado pelo Centro de Defesa e de Convivência da Mulher (CDCM) Casa Cidinha Kopcak, em parceria com unidades de Centros de Referência Especializados de Assistência Social (CREAS) e Centros de Referências de Assistência Social (CRAS) na região.

O seminário "A luta das mulheres e as Políticas Públicas no enfrentamento da Violência contra as mulheres", contou com palestras, apresentações em vídeo, espaço para questões levantadas pelo público e trouxe para a discussão temas sobre como fazer para reconhecer a violência dentro do lar e romper com esse ciclo.

“Eu acho importante valorizar essa questão. A casa existe para dar apoio às mulheres que já vivem em situação de violência e eventos como esse servem como prevenção.”, explica a advogada que atua na casa, Débora Roque, para quem é fundamental que existam ações que conscientizem a população sobre esses temas.

A Casa Cidinha Kopcka presta serviços na região de São Matheus há 15 anos. A administração é feita pela Entidade Social Pe. Moreira, pioneira no projeto, e a supervisão técnica do serviço é feita pela Supervisão de Assistência Social (SAS) local. “A casa já é uma referência de atendimento para mulheres em situação de violência e o apoio é continuo”, afirma Patrícia Santos, supervisora técnica do CRAS.

Célia Monteiro, que trabalha na casa há seis anos, explica que conheceu os serviços quando procurou apoio por ser vitima de violência dentro do lar. Por meio do suporte jurídico e psicológico oferecido, Célia conseguiu romper com o ciclo de violência e se afastar do agressor. Em busca de ocupação e autonomia, começou a prestar serviços voluntários até que foi contratada para trabalhar formalmente. “As mulheres chegam muito tristes, derrubadas. E saem de lá renovadas, assim como eu”, finaliza. 

Fonte: Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social

 

CONHEÇA OS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO DA FAPSS - INSCRIÇÕES ABERTAS!

Calendário acadêmico

20/11/2018

Dia da Consciência Negra

Dia da Consciência Negra

21/11/2018

Recebimento das Atividades Complementares

Horário: das 18h às 19h

03/12/2018

3 a 7 - Avaliação semestral

3 a 7 - Avaliação semestral

03/12/2018

3 a 7 - Solicitação de Avaliação Substitutiva

3 a 7 - Solicitação de Avaliação Substitutiva

[+]   Ver calendário completo