Ligue: (11) 3111-2041

Faculdade Paulista de Serviço Social

22/09/2017

Agência da ONU discute combate à violência contra as mulheres em fórum

O Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) participa da quinta edição do Fórum Sexual Violence Research Initiative — SVRI (Iniciativa de Pesquisa sobre Violência Sexual), que ocorre até quinta-feira (21), no hotel Sheraton Grand Rio Hotel & Resort, no Rio de Janeiro.

No evento, a agência da ONU divulgará informações sobre como identificar a violência por parte de um parceiro íntimo durante a gestação e compartilhará experiências para combate à violência de gênero em situações de emergência, como desastres naturais, conflitos armados e instabilidades sociais e políticas.

Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) participa da quinta edição do Fórum Sexual Violence Research Initiative — SVRI (Iniciativa de Pesquisa sobre Violência Sexual), que ocorre até quinta-feira (21), no hotel Sheraton Grand Rio Hotel & Resort, no Rio de Janeiro.

No evento, a agência da ONU divulgará informações sobre como identificar a violência por parte de um parceiro íntimo durante a gestação e compartilhará experiências para combate à violência de gênero em situações de emergência, como desastres naturais, conflitos armados e instabilidades sociais e políticas.

Atualmente, dos 135 países que recebem auxílio do UNFPA para combater a violência de gênero, 43 enfrentam conflitos ou desastres naturais. Segundo o Relatório da População Mundial 2015, entre as consequências mais frequentes de conflitos e desastres naturais para as mulheres estão a falta de acesso a informações, serviços e insumos de saúde reprodutiva, aumento de casos de violência sexual e a erosão de laços familiares e sociais, incluindo mecanismos de proteção.

“As situações de emergência também refletem maiores possibilidades de as mulheres serem vítimas de tráfico de pessoas ou de prostituição, além das violências de gênero, como estupro. Apenas na última década, estimamos que 500 mil mulheres e meninas tenham sido abusadas sexualmente em diversas regiões do mundo imersas em conflitos”, afirma a oficial de Programa de Gênero, Raça e Etnia do UNFPA Brasil, Ana Claudia Pereira.

Programação

O UNFPA promove duas sessões de debates. A primeira, “Padrões mínimos globais para prevenção e resposta à violência baseada em gênero em emergências”, será realizada na segunda-feira (18), das 17h às 19h, na sala Vidigal. O objetivo é debater os riscos elevados de violência contra mulheres e meninas em situações de conflitos ou desastres naturais. Durante a sessão, será explorado o caso de desenvolvimento dos Padrões Mínimos Globais (Global Minimum Standards) para prevenção e respostas objetivas, seguras e éticas.

A segunda sessão será na terça-feira (19), das 18h às 20h na sala Ipanema. Com o tema “Abordando a violência por parceiro íntimo (VPI) durante a gravidez – abordagem baseada em evidência”, o UNFPA irá debater casos em que a violência sofrida por mulheres antes da gravidez continua durante a gestão, assim como casos em que a gestação em si acaba estimulando a violência. O UNFPA irá apresentar modelos efetivos de identificação da VPI durante a gestação em cenários de poucos recursos.

O UNFPA Brasil também será um dos expositores da feira. Em dois estandes, irá compartilhar experiências de prevenção e resposta à violência de gênero a partir da análise humana e de desenvolvimento – serviços de qualidade às sobreviventes, desenvolvimento de capacidades e advocacia para mudança. O espaço terá a presença da técnica em Situações de Violência de Gênero do UNFPA Upala Devi.

Sobre o Fórum

Fórum Internacional da Sexual Violence Research Initiative pretende levantar discussões voltadas para experiências e pesquisas de prevenção e resposta à violência sexual e baseada no gênero em países de baixa e média renda, em diversos contextos sociais.

Um dos principais objetivos do evento é discutir de que forma o combate à violência contra mulheres e meninas pode contribuir para a igualdade de direitos entre homens e mulheres, quinto objetivo de desenvolvimento sustentável da Agenda 2030 das Nações Unidas, acordado por 193 países.

Nesta edição, a entidade conta com a parceria da Promundo, Instituto Fernandes Figueira/FIOCRUZ, e da Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS).

Fonte: Site das Nações Unidas (ONU)

Calendário acadêmico

21/11/2018

Recebimento das Atividades Complementares

Horário: das 18h às 19h

03/12/2018

3 a 7 - Avaliação semestral

3 a 7 - Avaliação semestral

03/12/2018

3 a 7 - Solicitação de Avaliação Substitutiva

3 a 7 - Solicitação de Avaliação Substitutiva

05/12/2018

Recebimento das Atividades Complementares

Horário: das 18h às 19h

[+]   Ver calendário completo